26 de mai de 2008

Fica quase feito o discurso em meio ao teu opressivo braço.
Somos feitos de tantos abraços que perdura a vigilância em teu próprio colo, com seus próprios olhos.
Fico ficando, grudado como essa sujeira ordinária pelo prédios.
Todo vizinho é um remédio tomado involuntário.
Finalizando os cartazes procurei em todos os tempos o termo exato, a clareza da renúncia, a exatidão dos prontuários.
Balançamos a cabeça alegremente, negativamente, só pra te receber, filho.
Essa fila nos emputece.
A graça de viver foi ficando pelos ladrilhos, foi morando nos cantos dos olhos dos últimos passageiros desse trem que acabou de estacionar.


12 de mai de 2008




Descobrindo Pitchfork.tv.

proje(c)to

etc.